ZBOL e seu criador

O Zaccarobol ou ZBOLé uma modalidade esportiva genuinamente brasileira, criada no verão de 1990, pelo professor de Educação Física Sérgio Plaster Zaccaro, em Ipanema – RJ, na rua Garcia D´ávila, posto 10.

Origem do ZBOL

Inspiração no Tênis A mesma teve como base de criação o tênis, tendo como representante brasileiro na época o Gustavo Kuerten (o Guga).

Guga começou a se destacar no cenário nacional ganhando admiração por parte das crianças e aumentando a visibilidade do tênis no país onde o esporte admirado e enraizado como esporte cultural é o futebol.

A partir desse ponto, o professor Zaccaro observou que seria interessante ampliar as possibilidades de práticas esportivas por parte das crianças, uma vez que a admiração e apego a outrosesportes, que não apenas ao futebol, tornaram-se possíveis.

Ao observar tecnicamente o tênis, o professor Zaccaro notou um maior desenvolvimento físico no lado dominante dos praticantes, uma vez que todos os movimentos de ataque, controle e defesa são realizados apenas com o lado de dominância motora.

Junto a este fato, teve a interrupção da carreira precoce do atleta Guga devido a sua lesão no quadril, desta forma Zaccaro levou adiante sua pesquisa sobre esses fatores, e foi analisar na origem do tênis, onde originalmente usavam-se as mãos para bater na bola, e quis buscar uma alternativa para que um esporte de raquete pudesse não exigir muito apenas de um lado do corpo, em nível de apoio de peso, aspecto rotacional e aplicação de força.

Conhecendo o ZBOL

Dentro da mesma perspectiva de observação e base do tênis, Zaccaro observou certa dificuldade de alguns praticantes ao acertar a bola, devido à distância entre o ponto de apoio (cabo) e a área de contato da bola (corpo da raquete).

Deste modo, foram-se evoluindo as raquetes do ZBOL para o modelo atual, no qual o ponto de apoio e área de contato são as próprias mãos, facilitando sua aplicação por muitos praticantes.

Inicialmente, o professor Zaccaro decidiu pegar um par de raquetes de frescobol que ele tinha em casa, cortar os cabos e adicionar tiras de elástico que pudessem servir de apoio para as mãos, feito de forma rústica e improvisada.

Zaccaro chamou um amigo e foi para a praia jogar uma partida com o seu mais novo material adaptado, partindo do princípio de ter um bom contato e entrosamento com seu amigo e parceiro, que, junto com ele, fora campeão brasileiro de Squash.

Começaram a jogar e despertar interesse das pessoas que por ali passavam e perguntavam qual o nome do jogo, de que forma se jogava e, visivelmente, as pessoas se mostraram animadas com a aquela modalidade que até o momento não tinha nome definido.

Primeiro nome do ZBOL…

“Mariquinha e Maricota”??? Devido ao grande volume de pessoas que viam o esporte sendo praticado – e que interessadas perguntavam sobre a modalidade – Zaccaro se viu em uma situação na qual precisava de um nome para apresentar e indicar às pessoas que aquele era o mais novo e promissor esporte de raquetes originalmente nacional.

Nesse contexto, como primeiro nome criado no improviso e na pressão popular por saber como chamar aquela modalidade, tivemos “Mariquinha e Maricota”.

Quando questionado o porquê do nome, Zaccaro respondia: “É porque é com a direita e com a canhota”, levando seu parceiro aos risos com espontaneidade da criação improvisada do nome.

Desde então, Zaccaro passou a escrever as primeiras regras do esporte, que, segundo ele, não se resumiria ao sistema de jogo do frescobol com um participante, frente ao outro trocando bola.

Ele arrumou uma rede de badminton, que na época era a com o gomo menor e impossibilitava a bola de passar por entre os gomos; separou duplas para participar, e direcionou as regras.

Muitos participantes ficavam no lado de fora esperando seu momento de participar e experimentar jogar a modalidade, até que uma regra foi criada, onde os quatro participantes na partida sairiam (ganhando ou perdendo) para que o rodízio de pessoas no lado de fora tivesse uma rotação maior.

Fonte: Zbol o esporte amigo do cérebro e do coração.



Existem três formatos nos quais você pode jogar:

Singulares – 1 vs. 1

Duplas – 2 vs. 2

Triplos – 3 vs. 3

As dimensões da quadra foram definidas para incentivar jogos mais longos e manter os aspectos físicos do nosso esporte.

Os jogos começam com um serviço de qualquer lugar atrás do marcador de 3m.

O AirShuttle deve ser atingido em uma direção para cima, com os dois pés estacionados atrás do marcador de 3 m.

O servidor pode direcionar o AirShuttle para qualquer lugar na área de jogo da oposição além da linha de 2m.

Simples e duplos seguem o mesmo estilo de jogo do badminton, levando em consideração as dimensões da quadra e os regulamentos de serviço.

Em triplos, os mesmos regulamentos de serviço se aplicam, mas nenhum jogador pode devolver o AirShuttle em duas ocasiões consecutivas.

Superfícies O AirBadminton é jogado em uma superfície uniforme e segura em variedades como madeira, grama e areia.

Devido à aerodinâmica do AirShuttle, sempre que possível, os tribunais devem ser montados lateralmente na direção predominante do vento para permitir a melhor resistência ao vento.

Na areia, a altura da rede a partir da superfície da quadra é inferior a 1,45m no centro e 1,5m nas linhas laterais para duplos e triplos.

O AirBadminton também pode ser jogado em quadras de badminton externas existentes.

PONTUAÇÃO

O sistema de pontuação recomendado pela BWF é o melhor de cinco jogos a onze pontos.

No entanto, outros sistemas podem ser usados ​​para atender a considerações locais.

Se o placar estiver empatado em 10, o lado que ganhar uma vantagem de dois pontos primeiro vencerá o jogo.

Se o placar for 12, o time que marcar o 13º ponto vence o jogo.

O lado vencedor será o primeiro no próximo jogo.

Os jogadores devem mudar de ponta a ponta durante cada jogo quando a pontuação principal atingir 6 pontos, assim como no final de cada jogo.

Os intervalos não devem exceder 120 segundos entre os jogos; e não excedendo 60 segundos durante todos os jogos quando a pontuação principal atingir 6 pontos.

Fonte: https://development.bwfbadminton.com/

Sandra Sorpreso

Club Racket


O AirBadminton foi projetado para ser jogado em superfícies duras, grama e areia em parques, jardins, ruas, playgrounds e praias em todo o mundo.

Deve ser jogado em pé de igualdade e segurança, com muito espaço nas dimensões da quadra.

A superfície preferida para a competição é a areia, em oposição à grama e ao duro, que é destinado ao desenvolvimento e à recreação.

É jogado em uma quadra retangular e simétrica com uma zona morta de 2m de cada lado da rede.

Se o AirShuttle pousar nessa área, é considerado uma falha.

DIMENSÕES

A quadra de jogo é um retângulo medindo 16m x 6m metros para duplos e triplos e 16m x 5m para solteiros; cercado por uma zona livre, que é no mínimo 0,8 m de todos os lados.

O espaço de jogo livre mede uma altura mínima de 7m da superfície de jogo; que deve estar livre de todas as obstruções.

Na areia, a altura da rede é inferior a 1,45m no centro e 1,5m nas linhas laterais para duplos e triplos.

ZONA MORTA

Os testes mostraram que as características da Airshuttle fazem com que golpes próximos à rede sejam muito difíceis de controlar, portanto a área próxima da rede foi excluída através da marcação de uma zona morta de 2m.

Isto induzirá golpes longe da rede para facilitar os ralis.

O jogador não deve pisar na zona morta para atingir a Airshuttle.

Após atingir a peteca, o jogador pode pisar ou aterrissar na zona morta.

Fonte: https://development.bwfbadminton.com

Sandra Sorpreso

Club Racket

<< Início < Anterior 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 Próximo > Fim >>
Página 4 de 326