PADMINTON

Um novo Esporte de Raquete

Saiba onde comprar o Kit de Padminton               



Daniel Paiola é derrotado na estreia da Áustria

Data: 23/02/2012, por paiolabrazil

Daniel Paiola, atleta da Seleção Brasileira de Badminton, foi derrotado na estreia do Austrian International Challenge, pelo israelense Misha Zilberman, por 2 x 0, com parciais de 21-17 e 21-15, em um pouco mais de 29 minutos.

Para o brasileiro, a partida foi muito disputada, mas com deslizes na hora de finalização da partida.

“O nivel dos atletas está muito parecido. Tanto o meu, quanto o deles, está muito parecido. Ainda falta um pouco de tática e experiência na hora de finalizar um set. Em geral, o campeonato está muito bom e os jogos estão incríveis”, comentou o atleta que no primeiro set, vencia a partida por 17 a 14, mas acabou sendo derrotado.

Nesta sexta-feira, o brasileiro já deixa a Áustria e vai para Lisboa, chegando na Madeira no próximo sábado.

Ele volta suas atenções para o torneio na Croácia, que será disputado segundo final de semana de março.

Ranking

Nesta quinta-feira, a BWF divulgou a atualização da corrida olímpica e Daniel Paiola continua na 83ª colocação.

No momento é o segundo atleta da lista de espera.

Fonte: www.danielpaiola.com

 

Thomas Cup 2012 – Brasil é derrotado e fica na quarta colocação

Data: 20/02/2012, por paiolabrazil

Não foi desta vez que a Seleção Masculina de Badminton conquistou uma medalha na Thomas Cup.

No último dia de competição, em Los Angeles, a equipe foi derrotada nas semifinais pela Guatemala, por 3 x 0.

Mesmo placar do duelo pela medalha de bronze contra o Canadá.

“Foi um dia que as coisas não deram muito certo para nós. Fizemos o nosso melhor, mas mesmo assim, as vitórias não vieram. Acredito que esse torneio foi bom para toda equipe ganhar mais experiência. Agora, é se preparar e seguir na briga pelas próximas competições”, comentou Paiola.

O atleta no seu primeiro jogo do dia foi derrotado por Kevin Cordon, por 2 x 0, com parciais de 21-12 e 21-03.

Contra o canadense Sergyl Shatenko, Paiola perdeu por 2 x 1, parciais de 19-21, 24-22 e 15-21, numa batalha de 53 minutos.

Na sequência, ele entrou em quadra nas duplas com Luiz dos Santos, mas foram derrotados por Francoise Bourret e Kevin Li, por 2 x 0, parciais de 21-14 e 21-15.

O país campeão da Thomas Cup foi o Estados Unidos, que venceu a Guatemala, por 3 x 1.

Agora, Paiola volta suas atenções para o Torneio da Áustria, onde começa a disputa na próxima quarta-feira.

Ele pegou o avião dos Estados Unidos e já foi direto para o país da competição.

Fonte: www.danielpaiola.com

 

Thomas Cup 2012 – Brasil vence confrontos e está nas Semifinais

Data: 17/02/2012

O primeira dia da Thomas Cup, principal competições por equipes das Américas, começou bem para o quinteto brasileiro, liderados por Daniel Paiola.

Nos confrontos contra Barbados e Suriname, duas vitórias e a decisão do primeiro lugar, contra o Canadá neste sábado.

Pela manhã, em Los Angeles, Daniel Paiola entrou em quadra contra o atleta de Barbados Andre Padmore e venceu por 2 x 0, com parciais de 21-07 e 21-07.

“O resultado foi bom, deu para ajudar a equipe. Começar ganhando em uma competição é sempre bom, o resultado foi muito importante para todos nós”, comentou o atleta, que também venceu nas duplas, atuando ao lado de Luiz dos Santos.

No segundo confronto do dia, a Seleção também não encontrou muitas dificuldades e venceu o Suriname, por 4 x 1.

Daniel venceu Mitchel Wongsodikromo, por 2 x 0, com parciais de 21-12 e 21-13.

Mais uma vez, jogando com sua dupla oficial, Hugo Arthuso, venceram Virgil Soeroredjo e Mitchel Wongsodikromo, também por 2 x 0, com parciais de 21-15 e 21-18.

“Hoje a equipe esteve muito focada. Jogamos muito bem e já conquistamos uma vaga para as Semifinais. Mas queremos a liderança do grupo, por isso, amanhã iremos com força total para cima do Canadá. Quero agradecer ao apoio de todos. A equipe está muito unida e motivada para conquistar um grande resultado para o badminton brasileiro”, finaliza Paiola.

Fonte: www.danielpaiola.com

 

Daniel Paiola não joga bem e é superado por “italiano”

Data: 03/02/2012

O dia não era mesmo de Daniel Paiola.

Antes de sua estreia no torneio de Uganda, ele acordou com uma infecção no olho e precisou ser atendido pelos médicos do torneio.

Com dificuldades em quadra, foi facilmente superado pelo “italiano” Wisnu Haryo Putro, por 2 x 0, com parciais de 21-09 e 21-12, em pouco mais de 23 minutos.

“Não consegui fazer uma boa partida. Sabia de todas as dificuldades que teria pela frente. Estava vindo de duas ótimas semanas de treinamento. O azar da infecção me desanimou um pouco antes de entrar em quadra. Mas imprevistos acontecem. Agora é cuidar do olho e me concentrar na ThomasCup. Quero estar 100% para ajudar os meus companheiros de equipe.”, comenta o atleta, que já retorna para Portugal e volta aos treinamentos.

Este é o principal ano para Daniel Paiola, que está mais do que na briga pelos Jogos Olímpicos.

No momento, ele está em 83º e está na terceira posição na lista de espera.

Ele precisa ganhar algumas posições para confirmar sua vaga.

Fonte: www.danielpaiola.com

 

Paiola é destaque em imprensa madeirense

Data: 25/01/2012, por Miguel Torres Cunha

O atleta da Seleção Brasileira de Badminton, Daniel Paiola, foi destaque em matéria da imprensa madeirense. Leia na íntegra abaixo:

Campeão Brasileiro estagia em Madeira

Campeão brasileiro de Badminton, medalha de bronze nos Jogos Pan-Americanos disputado no ano passado em Guadalajara, Daniel Paiola chegou ontem à Madeira para iniciar um longo estágio de três meses tendo em vista garantir o apuramento para os Jogos Olímpicos de Londres.

O número 83 do "ranking" mundial está a 2 posições de garantir o apuramento olímpico, e a deslocação para Madeira é consequencia da confiança que deposita na orientação de Marcos Vasconcelos, o madeirense que disputou três olimpíadas e que é hoje selecionador nacional.

Daniel Paiola assume esta oposta na Madeira como o passo certo para se "focar no meu sonho. Quero treinar e lutar pelos meus objetivos e colocar em prática tudo o que sei. Nos campeonatos preciso dos resultados. Vou trabalhar muito para conquistar isso. Nada foi fácil até agora, é preciso concentrar-me na reta final", comentou o brasileiro, que explica como foi parar em Madeira.

"Tudo começou com Marcos Vasconcelos e agora vamos fechar esse ciclo de trabalho. Acredito no trabalho dele e vamos em busca dos resultados. Vou atingir os meus objetivos".

Daniel Paiola vai treinar na Madeira com os melhores jogadores madeirenses e naturalmente com Marcos Vasconcelos, viajando a partir da Região para os torneios e campeonatos que vão se disputar na Europa até o final de Abril e que vão ditar o "ranking" mundial e com isso o apuramento olímpico.

Daniel Paiola é um ilustre deportista brasileiro. Por que nos últimos três, anos foi distinguido com o Prêmio Brasil Olímpico, distinção atribuída pelo Comitê Olímpico do Brasil e que o jogador recebeu em Dezembro último no Teatro Municipal do Rio de Janeiro.

Fonte: www.danielpaiola.com

 

Daniel Paiola viaja para Portugal na reta final de preparação

Data: 12/01/2012

O atleta da Seleção Brasileira de Badminton, Daniel Paiola, viajou na quinta-feira passada para Portugal, onde realizará treinamentos e disputará torneios, visando a disputa dos Jogos Olímpicos de Londres, em 2012.

A lista com os nomes dos atletas será divulgada no dia 03 de maio.

“Agora é focar no meu sonho. Treinar buscando meus objetivos e colocar em prática tudo que sei. Nos campeonatos preciso dos resultados. Vou trabalhar muito para conquistar isso. Nada foi fácil até agora, é concentrar na reta final”, comentou o brasileiro que voltará para Portugal, onde será treinado por Marco Vasconcelos.

“Tudo começou com o Marco, agora, vamos fechar os trabalhos com ele. Acredito no trabalho dele e vamos em busca dos resultados. Vou atingir meus objetivos. Estou contando com a torcida de todos aqui no Brasil”, finalizou o atleta que está na 83ª colocação, segundo atleta na lista de espera.

Fonte: Daniel Paiola

Cazuo Matsumoto vence mesatenista local e chega à chave principal do Aberto da Hungria

Data: 18/01/2012

Brasileiro foi o único atleta do país a conseguir passar do torneio qualificatório.

O brasileiro Cazuo Matsumoto derrotou o húngaro Peter Fazekas por 4 a 2 e garantiu vaga entre os 64 mesatenistas que compõem a chave principal do Aberto da Hungria, primeiro torneio do World Tour 2012.

As parciais foram de 12/10, 10/12, 11/7, 11/9, 14/16 e 15/13.

Matsumoto volta à quadra pela primeira rodada do torneio nesta quinta-feira, por volta das 11h (de Brasília), contra o também húngaro Daniel Zwickl.

Os outros cinco brasileiros que entraram na disputa da fase de qualificação do Aberto da Hungria foram eliminados.

Fonte: AHE!

Brasileiro aposta em marketing e venda de camisetas de badminton para se livrar do “chororô olímpico”

Data: 05/01/2012

Bronze no Pan de Guadalajara, Daniel Paiola já começa a ter resultados com a iniciativa

O discurso é sempre o mesmo: só se pensa em futebol no Brasil, enquanto atletas de outras modalidades possuem pouco ou nenhum apoio para brilhar.

A frase não deixa de ser verdadeira, mas enquanto muitos permanecem apenas choramingando, há que trabalhe duro para tentar reverter a situação e, ao menos, fazer seu trabalho ser divulgado.

Atualmente o caso mais emblemático do país é o de Daniel Paiola.

Talvez você nunca tenha ouvido falar dele ou apenas se lembre vagamente do rapaz que fez história em Guadalajara 2011 ao levar a medalha de bronze, a primeira individual do badminton brasileiro na história dos Jogos Pan-Americanos.

Ciente do fato de ter escolhido um esporte pequeno no país, ele aposta fortemente no marketing para aparecer.

O site de Paiola (www.danielpaiola.com) é um dos mais completos do esporte olímpico brasileiro, com notícias atualizadas, vídeos, fotos e até venda de camiseta comemorativa ao bom resultado no México.

Quem cuida de tudo é o irmão mais velho de Daniel, Ettore, e o primo de ambos, Tomaz.

Com senso de planejamento, oportunidade e vontade, eles já começam a ter resultados, garante Ettore:

- Não é porque o esporte é pequeno no Brasil que precisamos tratá-lo como pequeno. Fazemos tudo com profissionalismo e já colhemos alguns frutos legais, como o retorno de crianças praticantes no Nordeste, gente que nós nem imaginávamos. Construímos a marca Daniel Paiola e ainda queremos fazer muita coisa.

Criado em maio, o site teve seu pico durante o Pan, com cerca de 600 acessos diários, mas atualmente consegue manter uma média de 200 quando Paiola está disputando alguma competição.

A pré-venda das camisetas conseguiu comercializar 20 unidades a R$ 69,90 cada, valor suficiente para que se fossem pagos os custos de produção, feita na confecção de um amigo:

- A ideia era mostrar força para o pessoal, mostrar que a gente consegue retorno. Isso trazer uma certa credibilidade. (A camiseta) é uma coisa simples, não era para ganhar dinheiro, só para se pagar e fazer uma farra mesmo. Colocamos em pré-venda no tempo que elas estavam sendo produzidas e para não deixarmos passar o momento do Pan e vendemos um terço do que produzimos. Se não vendermos tudo, vamos fazer sorteios, promoções. É uma forma de atrair atenção.

De acordo com Ettore, até estrangeiros se interessaram pela camiseta, que serão levadas e vendidas na próxima viagem de Daniel para o exterior.

O trio também fez um cálculo do preço do tempo de mídia que o atleta conseguiu desde então e chegaram ao valor de R$ 6 milhões. Com treinos e viagens bancados pelo COB (Comitê Olímpico Brasileiro) e pela Confederação da modalidade, Daniel contabiliza outros bons resultados:

- Ainda não tenho patrocínio porque estou viajando muito, mas já consegui contatos melhores do que o que eu tinha sem o site. Se no campo dos negócios, tudo vai bem, nas quadras Daniel tentará dar o maior passo de sua carreira no badminton este ano, com a classificação para a Olimpíada de Londres.

As vagas serão distribuídas de acordo com o ranking mundial de 3 de maio e Daniel calcula que, se estiver entre os 80 melhores do mundo, conseguirá se tornar o primeiro brasileiro a disputar o badminton na história da Olimpíada – atualmente, ele está na 83ª posição:

- Estou animado, tenho grandes chances de estar lá. Meu auge, quando decidi jogar há quatro anos, foi com a ideia de ir para a Olimpíada. Estou obstinado e gostaria de ir para Londres para ter essa experiência e conseguir uma medalha no Rio 2016. Não dá para falar que eu vou conseguir medalha agora, tenho que ter os pés no chão, mas o auge de um jogador de badminton é entre os 27, 30 anos, idade que eu terei lá no Rio.

A Rede Record mostrará a Olimpíada de Londres 2012 com exclusividade na TV aberta brasileira, e também pela internet, por meio do R7.

A Record detém ainda os direitos de transmissão dos Jogos Pan-Americanos de Toronto 2015 e da Olimpíada do Rio de Janeiro 2016.

Fonte:Esportes R7

Calendário Pré-olímpico do Brasil em 2012

Data: 02/01/2012

Na corrida por uma vaga para os Jogos de Londres 2012, 142 atletas já garantiram presença (ou da respectiva modalidade) na delegação brasileira que estará nas próximas Olimpíadas.

Mas os próximos meses certamente irão aumentar bastante esta lista.

As primeiras modalidades a tentarem garantir a classificação olímpica serão a ginástica artística e a de trampolim, a partir do próximo dia 10 de janeiro.

Nos meses seguintes, atletas brasileiros na vela, canoagem, esgrima, levantamento de peso, nado sincronizado, natação, polo aquático, remo, saltos ornamentais, tênis de mesa, tiro com arco e até o vôlei – com as atuais campeãs olímpicas disputando o Pré-Olímpico em São Carlos – buscarão um lugar no voo para Londres.

Vale lembrar que alguns esportes definirão seus classificados através de rankings, como judô e tênis.

Veja abaixo o calendário dos torneios pré-olímpicos ou que são classificatórios para as Olimpíadas de Londres 2012, no link abaixo.

CALENDÁRIO PRÉ-OLÍMPICO 2012

Fonte: IG

 

Brasileiros são derrotados e ficam com a medalha de prata

Data: 17/12/2011

Os brasileiros Daniel Paiola e Hugo Arthuso não resistiram à força da dupla canadense Adrian Liu e Derrick Ng e foram derrotados, por 2 x 0, com parciais de 21-07 e 21-15, em pouco mais de 38 minutos, na final do Yonex Canadian International Challenge, na noite deste sábado.

Jogando contra os donos da casa, os brasileiros não conseguiram fazer um bom primeiro set e foram derrotados facilmente.

No segundo, eles reagiram, mas erraram algumas petecas na hora final e sairam de quadra derrotados.

“Não começamos bem o jogo e viramos presa fácil. No segundo set, quando nosso jogo encaixou e estávamos mais aquecidos, erramos algumas petecas importantes que fizeram a diferença”, disse Paiola.

Logo que acabou a partida, toda delegação brasileira entrou no avião e já está retornando ao Brasil, onde devem aproveitar as festas de fim de ano e, em janeiro, já voltam ao batente, para a reta final de preparação para os Jogos Olímpicos de Londres, em 2012.

Fonte: www.danielpaiola.com

 

<< Início < Anterior 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 Próximo > Fim >>
Página 6 de 13