E-BOOK PADMINTON NA ESCOLA




No país do futebol, jovens atletas de badminton causam estranheza em JP

Jogo da 'raquete na peteca' estreia nas Olimpíadas Escolares tentando ganhar popularidade no Brasil.

Atletas são sempre confundidos com tenistas.

No país do futebol, enquanto quase todos os grupos de garotos se reúnem para correr atrás de uma bola, estufar as redes e sair aos berros de “gol”, uma minoria prefere praticar um esporte onde um dos objetivos é “não deixar a peteca cair”.

Uma outra meta é fazê-la cair na quadra adversária.

Trata-se do badminton, esporte ainda pouco difundido no Brasil, que estreou neste sábado nas Olimpíadas Escolares de João Pessoa.

Alguns desavisados, ao verem atletas da modalidade ostentando suas raquetes, comumente se enganam, pensando tratar-se de jogadores de tênis.

Mas as raquetes do badminton são mais finas e leves (pesam entre 85g e 110g). E em vez da bolinha verde, tradicional do tênis, nesta modalidade os jogadores batem e rebatem, de um lado a outro da rede, uma peteca.

E em um país onde todos respiram futebol, pouca coisa seria esportivamente mais inusitada do que uma dupla de adolescentes recusar um convite para uma “pelada”.

Mas Gustavo Marques e Erickson, ambos de 14 anos, que representam a Paraíba nas Olimpíadas Escolares, não têm dúvidas sobre qual esporte preferem.

- Eu até bato uma bolinha com meus amigos. E gosto. Mas prefiro mesmo é o badminton. É isso que eu quero fazer para me divertir e profissionalmente também – garante Gustavo, que ao lado de Erickson venceu na estreia a dupla do Espírito Santo, Alexis e Wellinson, por 2 games a 1.

Já o parceiro de Gustavo conta, com bom humor, que as pessoas na rua, quando o veem com seu material esportivo, sempre confundem a modalidade com o tênis.

- Uma vez eu estava em um ônibus e me perguntaram onde eu jogava tênis. Aí eu expliquei que aquilo era uma raquete de badminton. Quando digo isso, as pessoas chegam até a se assustar com o nome – explica sorrindo, e já acostumado com a pouca popularidade do esporte no Estado.

Erickson conta que certa vez um grupo de amigos o chamou para "bater uma bolinha" e, ao ouvir a recusa e o motivo pelo qual não iria jogar futebol, o grupo ficou inquieto e questionador.

- Quando eu disse a eles que não ia jogar futebol porque ia treinar badminton, eles atrasaram o começo da pelada, me perguntando o que era badminton e como se jogava. Eu precisei explicar tudo, porque eles diziam que nunca tinham ouvido falar sobre o esporte.

Gustavo começou a praticar o esporte por influência do irmão, que cursa Educação Física e lhe apresentou o jogo "da raquete na peteca". O garoto se encantou e desde então vem praticando a modalidade, que pretende aperfeiçoar cada vez mais.

- Ele (o irmão) me mostrou e eu gostei de cara. Aí comecei a praticar e não quero mais parar.

Segundo o vice-presidente da Federação Paraibana de Badminton, Rossine Xavier de Oliveira, apenas 40 atletas praticam a modalidade no estado.

Um número bastante reduzido, principalmente se comparado ao esporte mais popular do país.

Essa quantidade de atletas, por exemplo, não seria suficiente nem mesmo para completar duas partidas de futebol.

- Talvez tenhamos pouco mais que 40 jogadores, mas não passamos dos 45. E isso entre professores de Educação Física e alunos - afirma, completando estar confiante de que o fato de a modalidade ter estreado nos Jogos faça com que o esporte se torne mais popular.

Fonte: www.globoesprte.com.br

 

Chaveamento 1ª Etapa Circuito Paulistano de Beach Tennis

1ª Etapa do Circuito Paulistano de Beach Tennis

Data: 10 de Setembro de 2011.

Local: Academia Top Spin & Big Ball 

Av. Piraporinha, 414/516 Alvinópolis - São Bernardo do Campo

Horário: Início às 8:00 hs - Término às 18:30 hs

CHAVEAMENTO DAS CATEGORIAS

CATEGORIA FEMININA 45+

CATEGORIA MASCULINA B

CATEGORIA MISTA B

ADENDO DUPLA MISTA B

Boa sorte a todos.

Club Racket

 

BWF- Badminton World Federation, prepara Programa para ensino do Badminton nas Escolas e para os Técnicos.

Em Setembro deste ano a BWF (Badminton World Federation) deve lançar o programa "Shuttle Time" (Tempo de Peteca), com o objetivo de oferecer recursos educacionais para as escolas e os técnicos, para o desenvolvimento do esporte.

A produção de quase 400 clipes envolveu 90 crianças em idade escolar e 8 atletas de elite.

Foram seis (6) dias de filmagem gravados na cidade de Kuala Lumpur, na Malásia.

Os autores dos projetos são o alemão Heinz Kelzenberg e o britânico Woodward, que estiveram em Kuala Lumpur durante as filmagens.

A filmagem do material para educação de técnicos levou cerca de 4 dias, com 250 clipes produzidos, que serão utilizados como parte do material de curso básico.

Outros 140 clipes foram produzidos para o Programa de Badminton Escolar.

A produção capturou várias seqüência de badminton e atividades para as seqüência de badminton e atividades para as crianças em idade escolar aprenderem o badminton.

O objetivo é ter uma biblioteca de recursos para mostrar aos professores "como ensinar o badminton" em escolas em todo o mundo.

Inicialmente, o material estará disponível em três idiomas: inglês, francês e espanhol.

Ian Wright é Diretor de Desenvolvimento da BWF e principal responsável pelo programa.

“Esperamos ter clipes de qualidade em alta definição disponíveis para apoiar os professores nas aulas teóricas", disse Wright, e acrescentou ser o motivo para a produção dos clipes.

"Eles tornarão o badminton muito mais acessível aos professores que não conhecem bem o badminton como esporte".

O projeto completo está sendo executado há 16 meses e levará ao mundo do badminton e às escolas e técnicos os recursos educacionais tão necessários para o desenvolvimento do esporte.

Isto vem com a esperança de dar o impulso necessário à popularidade do esporte em diversos países.

Texto traduzido do site BWF (Badminton World Federation)

Fonte: Blog Badminton Guerreiro

1º de Setembro, dia do Professor de Educação Física

 

Parabéns Professores!

No dia 1º de Setembro comemoramos o Dia do Profissional de Educação Física.

A comemoração do dia do professor de Educação Física nada data de 1º de Setembro é em razaão da profissão ter sido regulamentada através da Lei Federal 9.696/98 e publicada na mesma data.

O Club Racket quer parabenizar todos os profissionais da área que no seu dia a dia levam melhor qualidade de vida aos seus alunos.

É com grande alegria que comemoramos esse dia e seguimos em frente com muita energia e determinação.

Parabéns a todos.

Club Racket

 

Número um do Brasil, Daniel Paiola sobe no Ranking Mundial

Data: 30/08/2011

Apesar de ter sido eliminado precocemente no Mundial de Londres - caiu na primeira rodada -, Daniel Paiola avançou três postos no ranking da Federação Internacional de Badminton (BWF, em inglês) e agora é o 82º melhor do mundo.

A atual classificação garante ao brasileiro a quarta colocação na lista de suplência para a Olimpíada de Londres 2012.

Ainda nesta temporada, Paiola tem o Pan de Guadalajara, em outubro, e um circuito de torneios na América do Sul para acumular pontos e melhorar a sua condição no corrida por uma vaga nos Jogos do próximo ano.

No próximo dia 7, Paiola retorna ao Brasil após seis meses de treinamento intensivo na Malásia, um dos maiores eldorados do badminton mundial.

Fonte: Esporte Terra

São Paulo vai receber a principal competição estudantil de esportes adaptados do país

São Paulo vai receber, na próxima semana, entre os dias 26 e 31 de agosto, o maior evento para atletas com deficiência em fase estudantil no mundo.

As Paraolimpíadas Escolares reunirão mais de mil competidores de 24 estados, em dez modalidades.

Além de ser considerado um evento importante por promover a inclusão social, promoção da saúde e exercício de cidadania, as Paraolimpíadas Escolares são tidas como grande celeiro de talentos, principalmente com a realização dos Jogos Paraolímpicos Rio 2016.

O número de participantes não para de aumentar, evidenciando a força da competição.

Em 2009, participaram delegações de 20 estados, somando cerca de 850 pessoas.

No ano seguinte, esse número aumentou para 1.200 inscritos e 22 delegações.

Desta vez, por fim, são esperados mais de 1.500 participantes de 24 estados, contando atletas e equipes técnicas.

São mais de 950 alunos e mais de 630 staffs e técnicos.

Os atletas estudantes disputarão dez modalidades: atletismo, bocha, futebol de 5, futebol de 7, Goalball, judô, natação, tênis de mesa, tênis em cadeira de rodas e vôlei sentado.

Em busca dos melhores atletas para defenderem suas bandeiras, algumas unidades da federação promoveram seletivas estaduais, como aconteceu com Santa Catarina, Pará e Distrito Federal na edição de 2010.

Pela primeira vez na competição, dois estados nordestinos farão sua estreia nas Paraolimpíadas Escolares: Ceará e Piauí.

Em 2010, mais de 800 atletas disputaram 10 modalidades esportivas.

São Paulo foi o estado com a maior delegação: 161 pessoas (111 atletas).

O Rio de Janeiro veio na sequência, com 159 , (99 atletas) à frente do Distrito Federal, com 127 participantes (79 atletas)Santa Catarina 115 pessoas, e Minas Gerais com 106 (67 atletas).

Neste ano, São Paulo participará com a maior delegação: 177 participantes, seguida de perto por Rio de Janeiro (173) Santa Catarina (168) e Minas Gerais (153).

Para Andrew Parsons, presidente do Comitê Paraolímpico Brasileiro (CPB), os objetivos dos jogos escolares vão além da revelação de atletas para o Rio 2016:

 “Identificamos os novos talentos do esporte para pessoas com deficiência, de olho nos Jogos de 2016, mas acima de tudo, o maior legado das Paraolimpíadas Escolares é uma geração de jovens que acreditam no esporte como forma de exercer sua cidadania”, destaca.

As competições acontecerão no Clube Espéria, no Ibirapuera e no Parque Anhembi.

Clube Espéria: Futebol de 5 para cegos, Goalball, Futebol de 7, Judô para Cegos, Tênis em cadeira de rodas

Centro Olímpico: Atletismo e Natação

Parque Anhembi: Bocha, Tênis de mesa e Vôlei sentado

Além do CPB, participam da organização das Paraolimpíadas Escolares o Governo do Estado de São Paulo, através da Secretaria dos Direitos da Pessoa com Deficiência; e a Prefeitura de São Paulo, através da Secretaria da Pessoa com Deficiência e Mobilidade Reduzida.

Fonte: Comitê Paraolímpico Brasileiro

Jogos Pan-Americanos de 2011

16ª EDIÇÃO DOS JOGOS PAN-AMERICANOS

Os Jogos Pan-Americanos de 2011 acontecerão na cidade de Guadalajara, no México de 14 a 30 de Outubro de 2011.

O México, juntamente com o Brasil, é um forte candidato a ficar na terceira classificação geral do quadro de medalhas, a tradição dos primeiro e segundo lugar é, respectivamente, de Estados Unidos e Cuba.

Para alcançar esse terceiro lugar mais uma vez, o feito já ocorreu no Pan do Rio de Janeiro, em 2007, ou até mesmo desbancar Cuba do segundo lugar, o Brasil aposta em alguns atletas e equipes que estão se destancando em competições nos últimos anos.

As principais apostas do país são:

- Seleções masculina e feminina de futebol

- Ginástica (Atletas como Diego Hypólito e Jade Barbosa, principalmente)

- Seleção masculina de vôlei de quadra (comandada pelo técnico Bernardinho e praticamente invencível nas competições que disputa)

- Natação (principalmente César Cielo, que ganhou várias medalhas na última olímpiada, e Thiago Pereira)

- Atlestismo (corrida, com Carlos Roberto Pio no revezamento 4 x 100m e Bárbara Faria no revezamento 4x 400m).

Nesta Competição serão disputadas 6 modalidades de raquete:

- Badminton: e teremos como destaque o atleta brasileiro Daniel Paiola,

- Pelota Basca: sem representantes.

- Raquetebol: não teremos representantes nesta modalidade,

- Squash: sem nenhum destaque brasileiro.

- Tênis: Ricardo Nello e Júlio Silva serão os destaques,

- Tênis de Mesa: com 42 anos e 14 medalhas na bagagem Hugo Hoyama vai disputar 7º e último Pan-Americano.

Confira os dias das competições:

- Badminton: dias 19 e 20 de outubro.

- Pelota Basca: 26 e 27 de outubro.

- Raquetebol: dias 22 e 25 de outubro.

- Squash: 17 e 21 de outubro.

- Tênis: 21 e 22 de outubro.

- Tênis de Mesa: 17 e 20 de outubro.

A PELOTA BASCA também é uma modalidade de raquete:

Pelota Basca é o conjunto de modalidades que são disputadas em um paredão, originário no norte da Espanha e na parte basca da França no século XIII.

Ao menos dois jogadores, ou seja, duas equipes rebatem a bola, que pode ser tanto com a mão, um taco, uma raquete ou uma cesta contra a parede até que se consegue um ponto quando a bola toca o chão em duas ocasiões.

Existem modalidades de acordo ao tipo de quadra em que se pratica e especialidades dependendo do material que é utilizado para rebater a bola.

Para as modalidades são encontrados os trinquetes e os paredões de 30, 36 e 54 metros em que são disputadas diversas modalidades que são: pelota mano (com a mão), pelota paleta (com taco), cesta punta (com cesta) e frontenis (com raquete).

Fonte: www.terra.com.br

 

Carta Convite Brasil Internacional de Badminton

XXVI BRAZIL INTERNATIONAL BADMINTON CUP

A 26ª edição do Brasil Internacional de Badminton vai aconteer dos dias 21 a 25 de Setembro de 2011 no Clube Atlhético Paulistano.

Este torneio vale pontos para o Ranking Mundial BWF e Circuito Pan-Americano.

O torneio é aberto a membros de qualquer entidade que seja filiada a CBBd.

As inscrições estão abertas e encerram no dia 30 de Agosto de 2011.

Premiação em dinheiro: U$ 15.000,00 

Acesse: Carta Convite Brasil Internacional

Fonte: www.badminton.org.br

Londres testa Arena de Badminton

ARENA DE BADMINTON

Nesta segunda-feira, a menos de um ano para os Jogos Olímpicos de 2012, a cidade de Londres aproveitou o Mundial de Badminton para testar as instalações da Arena Wembley.

O local, que tem capacidade para seis mil pessoas, receberá as competições de badminton e ginástica ritmica durantes os Jogos.

As australianas Leanne Choo e Renuga Veeran estiveram presentes no evento Foto: Getty Images

Fonte: TERRA

1º Campeonato Virtual de Frescobol

TORNEIO QUE TODOS PODERÃO PARTICIPAR!

Não importa aonde você está, se é no Brasil ou em qualquer lugar do mundo.

Você pode estar perguntando, como existirá um Campeonato Virtual?

Segue abaixo as informações sobre o evento:

- Voce irá gravar um vídeo de apenas 3 minutos com o seu parceiro,

- Publicá-lo no YOUTUBE,

- Enviar para: Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo. para que ele seja publicado.

Uma vez publicado pela organização, poderá iniciar a sua votação.

Quanto mais cedo você enviar o vídeo, mais votos você poderá ter.

REGRA 1: JOGO É LIVRE, (Se o seu estilo é ataque e contra ataque ou ataque e defesa, o julgamento ficará por conta dos visitantes. 

QUEM SERÁ QUE IRÁ GANHAR?

ATAQUE E DEFESA OU ATAQUE E CONTRA ATAQUE?

REGRA 2: NÃO SERÃO ACEITOS VIDEOS EDITADOS (apenas 3 minutos de tempo corrido) grave, e regrave quantas vezes quiser, o importante é você enviar os seus melhores 3 minutos e apenas 1 vídeo por dupla.

REGRA 3: Para que todos os vídeos sejam gravados extamente para o campeonato, será enviada para cada um dos inscritos uma camisa que custará R$ 20,00 + taxa de envio (sedex a receber). 

OBS: ESTAREI NO CAMPEONATO EM CAMPO GRANDE, SE PREFERIR ENTREGAREI AS CAMISAS EM MÃOS NO DIA DO EVENTO, (NÃO IRÁ PAGAR A TAXA DE ENVIO) E QUEM SABE, LÁ MESMO VOCÊ PODERÁ GRAVAR SEU VÍDEO!

As inscrições serão feitas pelo Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo. , onde irei enviar a conta para depósito.

OBS 1: não é necessário que os dois atletas estejam com a camisa.

OBS 2: VOCÊ PODERÁ PARTICIPAR COM QUANTAS DUPLAS QUISER DENTRO DA MESMA CATEGORIA. (O IMPORTANTE É COMPETIR!)

REGRA 4: AS CATEGORIAS SERÃO DIVIDIDAS EM:

CATEGORIA MASCULINA

CATEGORIA MISTA

CATEGORIA FEMININA

A COMPETIÇÃO TERÁ INICIO A PARTIR DO MOMENTO QUE TIVER PELO MENOS 03 DUPLAS DENTRO DE CADA CATEGORIA.

PREMIAÇÃO:

CAMPEÃO DO 1º CAMPEONATO PÉ N’AREIA SPOTS 2011 DE FRESCOBOL PARA A DUPLA CAMPEÃ.

Boa sorte a todos.

<< Início < Anterior 11 12 13 Próximo > Fim >>
Página 13 de 13