Sex, 02 de Setembro de 2011 14:49

Notícias Squash

Qualifique este item
(1 vote)

SQUASH DE OLHOS NOS JOGOS ABERTOS

Data: 07/11/2011

O presidente da Fesporte, Adalir Pecos Borsatti, é constantemente procurado para aceitar o ingresso de novas modalidades nos Jogos Abertos de Santa Catarina.

Há uma em especial que está bastante articulada e sonha alto já para 2012.

"Nada mais justo que o squash seja esporte de demonstração nos Jasc de Caçador e sejamos efetivados em 2013", afirma o presidente da Federação Catarinense de Squash (FCS), Nelson Neto.

"Estamos em todas as mesorregiões de Santa Catarina e contamos com onze etapas no Estadual".

Neto lembra ainda que, em abril de 2013, o Comitê Olímpico Internacional confirmará o ingresso do squash no rol de modalidades olímpicas.

"Já estamos nos Jogos Pan Americanos e o Brasil trouxe até um bronze de Guadalajara".

Como parte da candidatura que está sendo apresentada à Fesporte, a FCS realizou no final de semana, em Criciúma, a nona etapa do Catarinense de Squash com atletas de Florianópolis, Lages, Porto Alegre e Criciúma.

Os destaques foram os criciumenses Diego de Paula, Fabrício Fernandes e Fábio de Souza.

A disputa aconteceu no City Club.

Colaboração: Simone Moreira / Comunicação FCS

Fonte: ENGEPLUS

 

 

SQUASH É CAMPEÃO NA QUEIMA DE CALORIAS

Data: 06/09/2011

São poucas as modalidades capazes de secar as gorduras com a mesma eficácia do squash, mas os professores alertam: os totalmente sedentários não devem recorrer, de cara, ao jogo

Por: Grasielle Castro - CorreioBraziliense

Está difícil encontrar algum esporte capaz de desbancar o squash do topo do ranking das atividades físicas que mais ajudam na perda de peso.

Praticando o esporte, que carrega características do tênis e é jogado em quadra fechada, pode-se perder até 1,2 mil calorias em uma hora.

O mesmo tempo de corrida em ritmo pesado, por exemplo, faz com que uma pessoa perca, em média, 900 calorias.

Não exatamente popular, o squash ainda busca seu espaço.

Atualmente, há três locais em que se pode praticar o esporte na cidade.

O dono de um desses espaços, o supercampeão e professor de squash Mário de Oliveira diz que o esporte é mais fácil que tênis e golfe. “E não tem muita regra”, brinca Mário.

São necessárias apenas raquete e bolinha. Embora os jogos ocorram em dupla, é possível até praticar sozinho.

Outra vantagem, de acordo com o atleta, é que a atividade emagrece sem clima de academia. E foi isso que levou o dentista Mayronm Fonte, 25, a entrar no squash.

Há três anos, quando começou a praticar o esporte, pesava 120 quilos, hoje não passa dos 90kg. O dentista diz que o esporte foi o seu principal aliado na luta contra a balança.

 “Não consigo imaginar minha vida sem esse esporte, isso já faz parte da minha rotina. Costumo jogar duas horas por dia de quatro a cinco vezes por semana.”

No entanto, não é necessária uma carga tão pesada quanto a de Mayronm para conseguir bons resultados.

Geralmente, o indicado é apenas meia hora de exercício.

 “Squash é jogo rápido. Em pouco tempo, é possível perder muitas calorias. E é uma atividade divertida.

Por ser rápido e de precisão, sempre dá jogo”, assegura Mário. Além de ajudar na perda de peso, a prática do esporte é recomendada para quem quer aliviar o estresse e enrijecer a musculatura.

Para as mulheres, há ainda outro apelo, o fato de malhar principalmente glúteos e perna.

Aos que têm medo de ficar com apenas um braço malhado, Mário conta que joga há 39 anos e quase não vê diferença entre seus braços.

Na área da saúde, existe a vantagem de trabalhar o sistema cardiovascular. O engenheiro civil André Gomide, 25 anos, aposta na modalidade por ser um exercício que trabalha a questão da saúde e pela eficiência na hora de manter o peso.

“Comecei a fazer aula há 10 anos e encaro o esporte como um exercício completo. Não tenho problemas com ganhar peso porque sei que vou perdê-lo aqui”, diz.

Embora conte com muitas facilidades, o esporte não é exatamente a melhor escolha para os sedentários. O professor de squash Bruno Bolzan diz que muita gente começa a jogar e para no primeiro mês por não conseguir levar adiante o ritmo puxado.

“Entrar na quadra é uma boa opção para quem não é completamente parado”, alerta. Bolzan pratica a atividade há mais de 18 anos e diz que nesse período já viu muita gente começar a jogar e a se machucar.

“Há casos de quem não está acostumado a fazer exercício e não consegue se controlar direito”, conta.

Para evitar esse tipo de problema, ele indica aos iniciantes que em paralelo tenham acompanhamento de academia.

Fonte www.superesportes.com.br

 

 

 

DEFINIDA A EQUIPE DE SQUASH BRASILEIRA

Data: 02/09/2011

Confederação Brasileira de Squash após as seletivas masculina e feminina cofirma a equipe de squash com a seguinte formação.

Delegado Técnico e Chefe de Equipe: Sr. Roberto Mori

Treinadora Feminino: Sra. Karen Redfern

Treinador Masculino: Sr. Fernando Cechin

Equipe Feminina:

Thaisa Serafini

Mariana Pontalti

Marina Costa

Reserva: Juliana Pereira

Equipe Masculina:

Rafael Alarcon

Vinicius Rodrigues

Vinicius Costa

Reserva: Manoel Pereira

Em setembro serão realizados testes físicos para avaliação dos atletas convocados para verificar a real condição de cada um.

Fonte: Ofício CBS / 0012 – 2011 – Sr. Nelson Neto – Presidente da CBS