Qua, 09 de Março de 2011 13:59

História

Qualifique este item
(0 votos)

No Brasil

Em torno de 1937, nas praias de Santos, com a vinda de dois irmãos italianos, Joseph e Luigui Danadelli, que traziam dois “pandeiros” de aro de madeira e tampa de couro, com cerca de 35 a 40 cm. de diâmetro, que na Itália é chamado de “Tamburello”.

Ficavam arremessando recreativamente nas praias santistas uma bola de borracha maciça um para o outro, em distâncias cerca de 100 metros, sem qualquer demarcação.

Os santistas adaptaram para quadras, inicialmente com 40, 36 e por fim medindo 34 metros de comprimento por 10 metros de largura, com uma rede ao meio, perfazendo dois lados iguais de 17 metros cada que é a atual.

A rede usada a princípio era a de tênis, hoje já são feitas exclusivamente para o esporte.

Por volta dos anos 60 foi criado um jogo infantil denominado “Tamborete” que oferecia dois aros de madeira em pequeno diâmetro tendo uma parte fixa para ser segurado, tampa em couro ou material sintético e era jogado com uma peteca em plástico ou bola de borracha.

Com a divulgação do esporte e falta de fabricação de tamboréu alguns atletas os fabricavam de forma artesanal onde os aros construídos de compensado e tampos de tela de vime material extraído dos acentos de algumas cadeiras da época.

Chegando então ao tamboréu atual aro em madeira com tampo em madeira ou tela em nylon com medidas entre 24 e 26 centímetros de diâmetro.

Fonte: Liga Paulista de Tamboréu