Yohansson bate recorde mundial no atletismo

Qualifique este item
(0 votos)

Data: 18/11/2011

Brasileiro supera a própria marca nos 200m. Brasil lidera a modalidade.

O quarto dia de provas no atletismo foi marcado pela primeira quebra de recorde mundial por um brasileiro nestes Jogos Parapan-Americanos.

Yohansson Nascimento venceu os 200m T45/46 em 22s34, baixando em um centésimo de segundo a marca anterior – que era dele próprio, conquistada no início do ano no Mundial de Atletismo na Nova Zelândia.

Transbordando de felicidade, o alagoano tirou as sapatilhas e as jogou para o técnico Tadeu Monteiro, que o treinou em Brasília (DF) no último mês especialmente para o Parapan.

Aclamado, o velocista deu a volta olímpica no estádio levando a bandeira do México, com a torcida local gritando “Brasil, Brasil”.

O ouro de Yohansson e de outros nove brasileiros, além de três pratas e três bronzes, impulsionou o país no quadro de medalhas da modalidade nesta quinta-feira, chegando a 21 ouros, 15 pratas e oito bronzes (44 no total), à frente dos Estados Unidos (18 ouros) e do México (15).

Subiram ao topo do pódio:

- Roseane Santos, a Rosinha (lançamento de disco feminino F57/58, com 30,03m);

- Francisco Lima (lançamento de dardo masculino F44, com 50,30m);

- Edson Pinheiro (200m masculino T38, em 24s03);

- Yohansson Nascimento (200m masculino T46, em 22s34);

- Ariosvaldo Silva, o Parré (200m masculino T53, em 26s73);

- André Luiz Oliveira (salto em distância masculino F44, com 6,16m);

- Marivana Oliveira (lançamento de disco feminino F35-37, com 22,72m);

- Jenifer Santos (100m feminino T38, em 14s63);

- Odair Santos (1500m masculino T11, em 4m11s02) e

- Terezinha Guilhermina (400m feminino T11/12, em 58s42).

Os brasileiros medalhistas de prata no dia foram:

- Francisco Daniel Coelho da Silva, nos 800m masculino T37 (2m16s04);

- Shirlene Coelho, no lançamento de disco feminino F35-37 (27.64m); e

- Viviane Soares nos 100m feminino T13 (13s05), mesma prova em que Joana Helena Silva ganhou o bronze (13s28), mesma medalha de Paulo Pereira, nos 200m masculino T38 (24s41); e Carlos Barto Silva, nos 1500m masculino T11 (4m21s35).

As disputas nesta sexta-feira, último dia de provas no estádio de Atletismo, começam mais cedo, às 10h (14h de Brasília).

Das 31 finais a serem disputadas, o Brasil estará presente em 18, sendo apenas duas femininas.

Fonte: www.cpb.org.br