Abatida, Lígia Silva aponta "descontrole" como causa de eliminação

Qualifique este item
(1 vote)

Data: 20/10/2011, por Tariana Chaud

Lígia Silva demonstrou um grande abatimento após a eliminação na disputa individual do tênis de mesa, nesta quinta-feira, nos Jogos Pan-Americanos de Guadalajara.

Derrotada de virada pela americana Ariel Hsing, por 4 sets a 3, nas quartas de final, a mesatenista brasileira culpou a falta de controle emocional por ter ficado sem medalha.

"Tive mesmo um descontrole, mas são experiências que a gente leva para toda a vida. Tenho certeza de que lutei até o final e vou continuar lutando na minha carreira", afirmou Lígia, que chegou a abrir 3 sets a 1 e colocar uma vantagem de 7 a 4 na quinta parcial antes da incrível reação da adversária.

Chateada, a brasileira assegura que sai do México com a sensação de que poderia ter alcançado um resultado muito melhor.

"Fica aquela coisa de que tinha condições de ir mais longe. Não era para perder um jogo assim, mas tenho que pensar mais à frente agora", concluiu a atleta, que está com 30 anos e disputou pela quarta vez os Jogos Pan-Americanos.

Com a eliminação de Lígia, as brasileiras do tênis de mesa terminam a participação em Guadalajara sem a conquista de medalhas.

No masculino, o Brasil faturou um ouro na disputa por equipes.

Fonte: Terra Esportes