Sex, 12 de Agosto de 2011 14:34

Notícias Tênis de Mesa

Qualifique este item
(2 votos)

Data:01/11/2011, por Felipe Dótoli

Hugo Hoyama funda instituto de tênis de mesa em São Bernardo

O Instituto Hugo Hoyama de Tênis de Mesa sairá do papel e atenderá centenas de crianças das escolas públicas de São Bernardo.

O projeto, que promoverá a iniciação de estudantes na modalidade, será inaugurado em 2012 e tem apoio das Secretarias de Esporte e Educação da cidade, que auxiliam na introdução do esporte nas instituições de ensino.

Faltam apenas alguns detalhes para a concretização do projeto.

“Estamos correndo atrás de alguns patrocinadores. Já conversamos com algumas escolas para implantar o projeto. Era para termos iniciado o projeto este ano, mas pela correria e a disputa do Pan, vamos iniciá-lo em 2012”, afirmou Hugo Hoyama, que conquistou dez medalhas de ouro em Jogos Pan-Americanos.

O número de escolas atendidas ainda é incerto, mas já para o primeiro ano de instituto, o mesa-tenista colocou uma meta.

“A nossa ideia é atender o máximo de escolas possível em São Bernardo. Queremos trabalhar já em 2012 com pelo menos três escolas da cidade”, contou Hoyama.

Não haverá, a principio, dinheiro das pastas no Instituto Hugo Hoyama, apenas incentivos financeiros arrecadados por meio de patrocinadores.

Segundo o mesa-tenista que dá nome à entidade, as secretarias ajudam o projeto de outras formas, como favorecer para que o programa esteja nas escolas.

O instituto ainda não terá uma sede própria, mas sim um grupo que aplicará a modalidade nas instituições de ensino.

Fonte: www.metodista.com.br

 

SÃO CAETANO RECEBE SELEÇÃO DE TÊNIS DE MESA

Data: 27/09/2011, por Anderson Fattori

São Caetano foi a cidade escolhida pela Seleção Brasileira de Tênis de Mesa para realização de fase de treinamento com objetivo de acertar os últimos detalhes antes da viagem para disputa dos Jogos Pan-Americano de Guadalajara, no México, em outubro.

O grupo chega ao município quinta-feira e as atividades serão comandadas pelo coordenador técnico Lincon Yasuda , no Circolo Italiano, localizado na Rua Oswaldo Cruz, nº 2.010, no bairro de Santa Paula.

Para melhorar o nível e ajudar na evolução dos brasileiros, um sparring internacional, o francês Thomas Le Breton, participará dos treinos até o dia 4 de outubro.

Segundo a programação, haverá treinos em dois períodos praticamente todos os dias.

No sábado, no entanto, haverá folga na parte da tarde e o domingo será de descanso.

Entre os convocados está o experiente Hugo Hoyama, de São Bernardo, que se prepara para lutar pelo décimo ouro em Jogos Pan-Americanos.

Além dos selecionados para o Pan, outros atletas da nova geração também participarão.

Foram chamados para integrar o grupo Cazuo Matsumoto, Eric Jouti, Hugo Calderano, Gui Lin e Kátia Kawai.

Fonte: Diário Grande ABC

 

 

REGIÃO DO ABC BRILHA NAS OLIMPÍADAS

Data: 25/09/2011

Dois colégios do Grande ABC se destacaram no Campeonato Brasileiro de Escolares - a Olimpíada da categoria -, maior competição do tipo em nível nacional, realizada na semana passada em João Pessoa, Paraíba.

O Educandário Santo Antonio, de Santo André, e o Ábaco, de São Bernardo, faturaram as primeiras colocações no tênis de mesa e handebol, respectivamente.

Formada pela dupla Gustavo Kenzo Yokota e Matheus Shimoki, a equipe mirim do Educandário faturou o título de forma invicta.

O mérito de representar São Paulo no torneio nacional da Paraíba foi alcançado pelas conquistas anteriores do municipal.

Eike Akio Kanashiro Onodera e Rafael Vinicius Torino também integraram o time.

FEMININO

A equipe mirim do Educandário, formada pelas mesa-tenistas Bruna Yumi Takahashi, Bianca Richetto Zeber, Juliane Akina Kagohara e Giovanna Felici Chiarlitti, trilhou o mesmo caminho vitorioso dos garotos e, após faturar os títulos municipal e estadual, disputou o torneio nacional no Nordeste.

Bruna e Juliane inicialmente formaram a dupla escolhida para buscar o título nacional, mas por causa da pouca idade - apenas 11 anos - a primeira teve de ser substituída por Caroline Gonçalves, representante da escola José Calvitti - Caroline havia sido campeã entre as escolas do Estado de São Paulo.

Mesmo assim, a dupla formada por Juliane e Caroline, representantes do Estado, conquistou a medalha de bronze no Campeonato Brasileiro.

INDIVIDUAL

O atleta Gustavo Kenzo Yokota também brilhou e sagrou-se campeão da categoria.

Na decisão, derrotou o carioca Diego Dias, da Seleção Brasileira, por 3 sets a 1.

Em toda a competição, foi o único set perdido pelo jogador do Educandário, que fechou a jornada como o mais regular.

Com o feito, o já experiente garoto de Santo André garantiu o direito de disputar o Campeonato Sul-Americano, que será realizado entre os dias 30 de novembro e 7 de dezembro, na cidade de Bogotá, capital da Colômbia.

"Sabia do alto nível da competição e dos adversários na Paraíba. Me preparei muito para o campeonato e, felizmente, coloquei em prática tudo aquilo que treinei e alcançei meu objetivo", declarou o campeão.

No feminino, Juliane Akina Kagohara, outra representante do Educandário, foi destaque, ficou com o vice-campeonato brasileiro e também disputará o Sul-Americano.

Walter Franco da Rocha, do Educandário, será o treinador de Gustavo e Juliane na Colômbia.

Fonte: Diário do Grande ABC 

 

 

GRANDES ESTRELAS PARTICIPAM DO CIRCUITO AMAZÔNICO DE TÊNIS DE MESA EM MANAUS 

Mesatenistas consagrados participaram da Copa do Brasil e do Ibero Americano, que aconteceu no Studio, Zona Sul de Manaus, de 1º a 4 de setembro

Data: 05/09/2011 por Lorrena Serrão

Durante quatro dias Manaus recebeu grandes estrelas do Tênis de Mesa brasileiro e internacional.

O Circuito Amazônico da Modalidade que envolveu a Copa do Brasil e o Ibero Americano surpreendeu os mesatenistas e principalmente o público que compareceu ao Studio 5, Zona Sul, para prestigiar o evento.

Para o secretário municipal de Desporto e Lazer, Fabrício Lima, a Cidade não deixou nada a desejar.

“Estou muito feliz é bom saber que as pessoas chegaram a nossa cidade e foram bem recebidas. Nós ganhamos R$ 100 mil em material e somos candidatos a sediar os jogos pré-olímpicos de Londres, em 2012, tudo isso graças a estrutura que tivemos nos dias de competição, cada um fez a sua parte e o resultado não poderia ser diferente. Estamos de parabéns”, destacou Lima.

O presidente a CBTM, Aloar Azevedo, também ficou surpreso com a estrutura que a cidade disponibilizou aos atletas e a todas as comissões.

 “Este evento superou as nossas expectativas, o Studio 5 reúne aspectos ideais para a pratica do tênis de mesa. A refrigeração foi perfeita e o lugar bastante confortável para os atletas e para o publico. Ficamos muito tempo sem realizar eventos em Manaus por falta de uma arena climatizada, mas isso não é mais problema.

Outro ponto que devemos destacar foi a capacidade hoteleira, os atletas ficaram a poucos passos do ginásio e isso facilitou muito a estadia deles aqui”, comentou Azevedo.

Nada a reclamar Hugo Hoyama, um dos grandes ídolos da modalidade no Brasil também elogiou o evento. “Ninguém tem nada a reclamar o ginásio é ótimo, hotéis próximos, organização boa, Manaus está querendo acreditar em todos os esportes e isso é um trabalho muito legal, e espero que no futuro os amazonenses possam fazer parte da seleção brasileira, não só no tênis de mesa, mas em outras modalidades também”, disse Hoyama que deixou um recado. “Sempre sou bem recebido em Manaus, obrigado pelo carinho e não deixem de acompanhar os esportes”, completou.

Final Ibero Americano

A final do Ibero Americano foi sensacional, de um lado o Brasileiro Hugo Hoyama, do outro o argentino Liu Song, mesatenistas consagrados que fizeram uma disputa acirradíssima.

O Brasil saiu na frente e venceu o primeiro set por 11 a 06, mas a argentina reagiu e chegou a conquistar três sets.

Porém, isso não desanimou a torcida que continuava a incentivar Hoyama, com gritos de “Eu acredito” que entoavam pela arena e deram forças para Hugo que conseguiu igualar o placar em três sets.

Mesmo assim o Brasileiro foi derrotado no último set por 11 a 7.

É desta vez nós não podemos festejar em cima dos hermanos, pois foram eles que levaram a melhor.

 

Fonte: A Crítica.com

 

 

 

CHINESA QUE PODE DEFENDER O BRASIL NO PAN CONHECEU O PAIS POR CURIOSIDADE E "PREGUIÇA"

Por Marcio Hasegava, da redação do ESPN.com.br

Data: 02/09/2011

Principal potência mundial do tênis de mesa, a China possui tantos jogadores de alto nível no cenário mundial que pode até se dar ao luxo de 'exportar' atletas.

Atualmente, é comum ver chineses defendendo outras nações em competições internacionais.

República Dominicana, Argentina e Canadá já se utilizaram desse expediente. E o Brasil pode entrar nessa lista nos próximos Jogos Pan-Americanos, que serão realizados no México, em outubro.

Caso o processo de naturalização termine a tempo da inscrição, Gui Lin, que completa 18 anos no mês que vem, vai representar as cores do país em Guadalajara.

Gui Lin, natural de Nanning (capital da província de Guangxi, ao sul da China), chegou no Brasil há seis anos por intermédio do conterrâneo Wei Jian Ren, ex-treinador da seleção brasileira, natural da mesma cidade que ela.

Em visita à terra natal, Wei acabou conhecendo Gui Lin, que logo manifestou interesse de conhecer a terra onde o treinador trabalhava.

E como aconteceu essa paixão súbita por um país a meio mundo de distância? Um dos motivos foi a curiosidade, já que ela queria conhecer outros países e o Brasil, do qual só tinha ouvido falar do futebol, era um completo mistério.

Já a outra razão não é nem tão nobre e nem tão incomum, pelo menos neste lado do planeta: preguiça. Na China, as crianças estudam de manhã e de tarde.

Para "fugir" da escola, Gui Lin investiu no tênis de mesa, cujos treinos eliminava parte do tempo em sala de aula. A atitude deu certo e ela ingressou na seleção de sua província, mas, depois, até o esporte a cansou e ela resolveu aproveitar a chance de vir para o Brasil para ganhar mais uma "folga".

"Primeiro, não queria estudar, aí fui treinar. Aí, não queria mais treinar e vim para cá. Mas me dei mal, porque estou treinando mais que lá [risos]. Mas eu era muito criança. Não sabia nada. Só queria brincar", confessa Gui Lin, que teve esperar uma semana para que seus pais permitissem que morasse aqui.

Para a alegria deles, a preguiça foi embora e ela novamente se motivou a treinar e até a estudar: Gui Lin planeja fazer um curso superior depois de encerrar a carreira de atleta.

"Pretendo fazer faculdade aqui. Estou pensando em engenharia", diz a atleta, para quem a vontade de rodar o mundo, outra vez, ainda permanece a mesma. "Eu penso que você chega em um nível em que se torna bom jogar lá fora para poder melhorar.

" Brasileira - Fora o idioma, com o qual ainda sente alguma dificuldade, ela já se sente completamente à vontade no Brasil, embora não negue suas raízes. "Nasci lá, mas passei minha adolescência aqui. Todo mundo fala que eu já tenho cara de brasileira", disse a atleta, que decidiu se naturalizar no ano passado.

"A Confederação confiou em mim e está investindo, pagando viagens e treinos lá fora para eu pegar experiência. Tenho que agradecer a chance que eles me deram. Não é qualquer país que vai investir em estrangeiro.

Realmente gostei deste país e quero conquistar bons resultados por aqui", diz a atleta, que coloca a conquista de medalhas pan-americanas e o top 100 do mundo como objetivos.

A jogadora, porém, sabe que, apesar de morar aqui há seis anos e estar bem adaptada, sua naturalização não é bem aceita por todos, embora nunca tenha sido hostilizada por isso.

"Eu não vi ainda. Mas acho normal, porque não é todo mundo que vai concordar. Eu não sou uma pessoa perfeita. É bom também ter críticas, porque aí eu treino mais, quero mostrar mais para essas pessoas", afirma a atleta, que não julga chineses que, diferentemente do seu caso, resolvem defender outros países apenas para participar de grandes competições.

"Esse é um pensamento particular. Cada um pensa diferente. Deve ter alguns que querem aproveitar, mas há outros que querem representar o novo país"

Fonte: www.espn.com.br

 

 

 

TÊNIS DE MESA DE ITU CONQUISTA 8 MEDALHAS EM TORNEIO NACIONAL

Data: 31/08/2011

A equipe de tênis de mesa da Secretaria Municipal de Esportes de Itu voltou de Praia Grande (litoral paulista) com oito medalhas nas malas, após participar da Copa Brasil Sul-Sudeste III.

O evento, organizado pela Confederação Brasileira de Tênis de Mesa, teve a participação de 300 atletas de 56 equipes nacionais.

Pela equipe ituana na categoria Rating “N” o campeão foi Gustavo Yukio Kinoshita, o vice-campeão foi Patrick Mune e, empatados na terceira colocação, ficaram Henrique Enzo Uezato e Lucas Salomão Silva.

Pela categoria Rating “L” Fábio Massanori Arasaki também conquistou a medalha de ouro. No Rating “C” Guilherme Spinelli foi o campeão e no Rating “D” feminino, Jéssica Namie Iseri foi a terceira colocada.

Já pelo ranking Absoluto “B” Rafael Neposiano Monteiro conquistou o lugar mais alto no pódio.

Fonte: www.itu.com.br

 

 

 

 

MATSUMOTO BATE HOYAMA E LEVA A COPA BRASIL

Data: 30/08/2011

O mesatenista Cazuo Matsumoto aproveitou a terceira edição da Copa Brasil Sul-Sudeste para varrer qualquer tipo de desconfiança sobre a sua forma física.

Vindo de lesão, o atual 180º colocado no ranking mundial bateu na decisão do Absoluto "A" o colega de treinos Hugo Hoyama por 3 sets a 2 (parciais de 11/9, 11/6, 9/11, 6/11 e 16/14).

Terminada a Copa Brasil Sul-Sudeste, os principais mesatenistas brasileiros ficam no aguardo da convocação oficial da equipe que representará o País no Pan de Guadalajara.

No dia 12 de setembro, a Confederação Brasileira de Tênis de Mesa (CBTM) chamará seis atletas (três homens e três mulheres).

Além de Hoyama a Matsumoto, outros nomes, como Gui Lin e Gustavo Tsuboi, estão cotados.

Fonte: Esporte Terra

 

 

EUIPE DE TÊNIS DE MESA DO EDUCANDÁRIO SANTO ANTÔNIO VESTE A AMISA DO ESTADO DE SÃO PAULO NA ETAPA NACIONAL

Data: 29/08/2011

Os alunos-atletas Matheus Shimoki, Gustavo Yokota, Juliane Kagohara e Bruna Yumi Takahashi, do colégio Educandário Santo Antônio, de Santo André (SP), garantiram vaga nas Olimpíadas Escolares, de 12 a 14 anos, em João Pessoa, na Paraíba, entre os dias 9 e 18 de setembro.

Os jovens irão representar São Paulo no tênis de mesa mais uma vez, já que no ano passado a equipe paulista conquistou o vice-campeonato, em Fortaleza, no Ceará.

O time do Educandário não teve grandes dificuldades na categoria feminina para chegar à final.

Já no masculino, a história foi diferente. Na disputa pelo ouro, Matheus Shimoki e Gustavo Yokota superaram os fortes advsersários da escola Objetivo de Santos, e conquistaram um lugar ao sol na etapa nacional.

Em 2010, a escola de Santo André, comandada técnico Walter Franco da Rocha, terminou em segundo lugar no feminino.

Este ano, o grupo espera realizar uma campanha ainda melhor, dessa vez, na capital paraibana.

Fonte: Globo Esporte

 

 

 

HOYAMA SONHA EM MONTAR UM INSTITUTO EM SBC

Por: Edélcio Cândido ( Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo. )

Data: 22/08/2011

Lendário mesatenista tem 42 anos e não pensa em se aposentar

Ícone do tênis de mesa no País, Hugo Hoyama, 42 anos, revelou nesta sexta-feira ao ABCD Maior que sonha em ter no futuro um Instituto de tênis de mesa em São Bernardo.

O projeto é parecido ao do ex-tenista Gustavo Kuerten, que realizou em Santa Catarina, no tênis de campo, um local para crianças carentes.

 “Planos temos muitos. O dia em que você não tiver projetos é sinal que acabou o amor pelo esporte, mas comigo isso não acontecerá nunca”, disse.

Hugo Hoyama, que pratica tênis de mesa desde os cinco anos de idade, embalado por amigos, disputou o primeiro Pan-Americano em Indianápolis (1987).

Após mais de uma centena de viagens, olimpíadas, conquistas, alegrias e algumas tristezas, o veterano atleta descansa em sua casa, curtindo a sala especial de troféus, medalhas e as dezenas de camisas do Palmeiras, seu time do coração.

Hoyama, que se prepara para a Copa Brasil, em alguns dias, na Praia Grande, e está de olho no Pan de Guadalajara, no México, no final do ano, nem pensa em aposentadoria.

Se tiver fôlego até lá, aliás, quer disputar a Olimpíada de 2016, no Rio de Janeiro.

Fonte: www.abcdmaior.com.br

 

 

 

ABERTO DO BRASIL REUNIRÁ MAIS DE 100 ATLETAS DE 15 PAÍSES

 Data: 12/08/2011

Alguns dos principais nomes do Tênis de Mesa Paraolímpico se reunirão entre os dias 18 e 20 desse mês para a disputa do Aberto do Brasil Fator 20, que acontecerá no Centro de Educação Física Almirante Adalberto Nunes, o CEFAN da Marinha, na Av. Brasil, no Bairro da Penha, Zona Norte do Rio de Janeiro.

Além dos brasileiros, a lista de inscritos tem mais de cem atletas de países tradicionais na modalidade como Alemanha, França, Noruega, Holanda, Suécia, Chile, Rússia, Inglaterra, Espanha, Argentina, Estados Unidos, Itália, Singapura e México. As disputas começam às 10 horas e a entrada é grátis.

Será uma excelente oportunidade para o público ver em ação a elite da modalidade.

Para os brasileiros a competição servirá também como preparação para os Jogos Parapanamericanos de Guadalajara, em novembro.

A exceção de Welder Knaf, da Classe 3, e Flávio Seixas, da Classe 10, todos os outros 27 atletas que conquistaram vagas para o México na Seletiva e por índice técnico estão confirmados.

A CBTM vem se preparando para receber os Jogos Paraolímpicos de 2016 e o Aberto do Brasil Paraolímpico faz parte de uma série de eventos testes que visam elevar o nível de organização das competições.

Além de buscarem pontos importantes para o Ranking Mundial, atletas de outros países terão ainda a chance de conhecer alguns dos pontos turísticos mais visitados do mundo.

A competição aconteceu pela primeira vez no país em 2009 e agora os brasileiros terão novamente a oportunidade de enfrentar em casa os melhores da atualidade. Isso vai ajudar na evolução do nível técnico e na preparação para o Parapan.

Classificação Funcional: A CBTM informa aos atletas que, por causa da mudança no local da competição, a Classificação Funcional acontecerá no CEFAN, no dia 16, a partir das 14 horas, no ginásio principal.

Fonte: www.cbtm.org.br